terça-feira, 19 de junho de 2018

VeraCrypt e TAILS

VeraCrypt e TAILS

Provavelmente a melhor dupla de softwares para propiciar o máximo de privacidade, segurança, anonimato, sigilo... Não lhe isenta totalmente de tomar certos cuidados, providencias, mas sem duvida alguma uma melhor opção nesses quesitos, mesmo em sua configuração padrão, do que o restante dos demais softwares e Sistemas do gênero (Windows, MacOS, Ubuntu, etc.)

VeraCrypt

VeraCrypt é um software livre de criptografia de disco de código aberto para Windows, Mac OSX e Linux.
Trazido a você pelo IDRIX (https://www.idrix.fr) e baseado no TrueCrypt 7.1a.

Principais características do VeraCrypt:
- Cria um disco virtual criptografado em um arquivo e o monta como um disco real.
- Criptografa uma partição inteira ou dispositivo de armazenamento, como unidade flash USB ou disco rígido.
- Criptografa uma partição ou unidade em que o Windows está instalado (autenticação pré-inicialização).
- A criptografia é automática, em tempo real (on-the-fly) e transparente.
- Paralelização e pipelining permitem que os dados sejam lidos e gravados tão rapidamente como se a unidade não estivesse criptografada.
- A criptografia pode ser acelerada por hardware em processadores modernos.
- Fornece uma negação plausível, no caso de um adversário forçar você a revelar a senha: Volume oculto (esteganografia) e sistema operacional oculto.
- Mais informações sobre os recursos do VeraCrypt podem ser encontradas na documentação.

Baixe o VeraCrypt no link:

https://www.veracrypt.fr/en/Downloads.html

Você pode apoiar o desenvolvimento VeraCrypt através de doações usando PayPal, transferências bancárias e criptomoedas (Bitcoin, Bitcoin Cash, Litecoin e Monero). Também é possível doar usando Liberapay e Flattr:

https://www.veracrypt.fr/en/Donation.html

Tails

Privacidade para todos, em todos os lugares.

Tails é um sistema operacional live, que você pode usar em quase qualquer computador a partir de uma memória USB ou de um DVD.

Ele tem como objetivo preservar sua privacidade e seu anonimato, e te auxilia a:

- usar a Internet de forma anônima e evitar censura;
- todas as conexões feitas à Internet passam necessariamente pela rede Tor;
- não deixar rastros no computador que você estiver utilizando, a menos que você explicitamente queira que isso aconteça;
- usar ferramentas criptográficas do estado da arte para criptografar seus arquivos, emails e mensagens instantâneas.

Faça o download da imagem ISO do TAILS (pra gravar em um DVD ou em pendrive/dispositivo de memória) nesse link:

https://tails.boum.org/install/download/index.pt.html

Tails é livre e grátis porque ninguém deveria ter de pagar para poder estar seguro ao usar um computador.
Mas precisamos do seu apoio para continuarmos existindo!
Faça uma doação:

https://tails.boum.org/donate/index.pt.html?r=sidebar

Segue abaixo links para tutoriais do VeraCrypt e do TAILS:

VeraCrypt Tutorial:

http://womni.blogspot.com/2017/01/veracrypt-tutorial.html

ou

https://womni.wordpress.com/2017/01/04/veracrypt-tutorial/

Tails com Veracrypt Tutorial:

http://womni.blogspot.com/2017/01/tails-com-veracrypt-tutorial.html

ou

https://womni.wordpress.com/2017/01/21/tails-com-veracrypt-tutorial/

TAILS:

http://womni.blogspot.com/2014/07/tails.html

ou

https://womni.wordpress.com/2014/07/24/tails/







segunda-feira, 11 de junho de 2018

Netflix dica - usar sem precisar de cartao de credito - Cartoes Pre-Pagos

Netflix dica - Usar Netflix sem precisar de cartão de crédito - Cartões Pré-Pagos

Uma dica pra quem quer experimentar a Netflix, mas não tem cartão de credito ou/e não quer ter mais uma conta mensal, ao menos não antes de saber se vai gostar.

Usem cartão pré-pago. Não precisa ter um cartão de credito. Você precisa se cadastrar na Netflix, inserindo um e-mail valido (pode ser gmail) e criar um usuario e senha.

Ao ir no endereço impresso no cartão pré-pago para resgatar o valor (que também pode ser usado pra pagar sua mensalidade, caso já seja cliente), você pode criar uma conta caso ainda não tenha uma.

Texto impresso no cartão:
Para resgatar seu cartão:
1. Raspe a fita até que o PIN fique vísivel
2. Visite www.netflix.com.br/resgate
3. Informe o PIN abaixo

Há, no momento, cartãos pre-pagos de varios valores: 30, 70, 150,00 Reais...
Os planos da Netflix, atualmente, tem 3 valores: 19,90; 27,90; e 37,90 Reais por mês (cada um oferece opções de assistir mais telas simultaneamente e melhor qualidade de imagem: padrão, Full-HD e Ultra-Full-HD, respectivamente).

E ao inserir pela primeira vez o codigo PIN do seu cartão pré-pago pra resgatar o valor, você ganha um mes grátis, tendo assim Netflix por dois meses. Os valores dos cartões são acumulativos, ou seja, se você resgatou 30,00 e posteriormente inserir mais 30,00 (ou outro valor), ele é somado ao seu saldo existente e você ganha mais dias/meses para usufruir da Netflix.

Um problema que percebi é que esses cartões pre-pagos da Netflix estão dificeis de achar (a proposito, há também, cartões pré-pagos da Google Play, Xbox, Uber, etc.). Eles são vendidos em lojas como Extra, Carrefour, Americanas, etc., mas estão em falta na maioria das lojas. Eu só encontrei numa loja do Extra.
Mas são vendidos, também, online em varias lojas: Americanas, Saraiva, etc. Com a opção de pagar no boleto e receber o PIN (codigo a ser inserido) em seu email. Ou receber o cartão físico em casa, mas aí vai aguardar varios dias pela entrega pelos Correios.













No video abaixo há dica pra comprar cartão Pré-pago Netflix na Saraiva e pagar com boleto bancário, sem precisar de cartão de crédito (mas parece que a Saraiva não vende no momento os cartões pre-pago Netflix).

Como ter Netflix pagando no Boleto- VÍDEO COM LEGENDA EM PORTUGUÊS:

https://www.youtube.com/watch?v=8-j2WRc6qLQ



#Netflix #CartaoPrePago

segunda-feira, 4 de junho de 2018

TV Favela

- Essa TV é enorme.
- Sim. - ... 42 polegadas. - Tem o melhor custo-benefício, cores e resolução.
- Posso lhe fazer uma pergunta?
- Claro.
- A primeira vez em que entrei em uma casa como esta [paupérrima na favela] em Mumbai, eles não tinham camas, mas tinham uma TV deste tamanho. - Como uma TV pode ser mais importante que uma cama?
- É simples. - A cama mantém você na favela. - A tela plana tira você de lá.

Trecho de Sense8, S01E10, (serie da Netflix)


domingo, 4 de fevereiro de 2018

Ética versus Moral

Diferença entre Ética e Moral

Ética e moral são temas relacionados, mas são diferentes, porque moral se fundamenta na obediência a normas, costumes ou mandamentos culturais, hierárquicos ou religiosos e a ética, busca fundamentar o modo de viver pelo pensamento humano.

Na filosofia, a ética não se resume à moral, que geralmente é entendida como costume, ou hábito, mas busca a fundamentação teórica para encontrar o melhor modo de viver; a busca do melhor estilo de vida. A ética abrange diversos campos, como antropologia, psicologia, sociologia, economia, pedagogia, política, e até mesmo educação física e dietética.

Concluindo:

A moral é norma, regra, lei de conduta de um grupo, visa exclusivamente aos fins (para a  moral, os fins justificam os meios).

A ética é uma crítica, uma reflexão, um juízo sobre essa norma, realizado pela consciência do bem, um juízo orientado pela Virtude. Uma proposição do dever-ser humano. Sua finalidade maior é o bem, a virtude, e a felicidade pela garantia da integralidade humana: (física, mental, de consciência e liberdade).

Leia o restante em:
Fonte: https://sites.google.com/site/filosofiapopular/home/westerley-santos/distincao-entre-etica-e-moral

******

Reflexão minha sobre o tema (posso estar equivocado)

A ética visa o bem, o que é correto, justo, independente de valores morais, ou leis.
Nem sempre a moral e a lei são éticas (justas, dignas).

Exemplo de conflitos entre moral e ética.

Era moralmente aceitável e legal (lei) possuir escravos no Brasil. Do ponto de vista moral e legal um proprietário de escravos estava agindo dentro das normas, leis, costumes, tradições da sociedade da época. Não estava fazendo nada reprovável socialmente.
Mas do ponto de vista ético estava cometendo uma ação hedionda. Estava causando a outro ser humano uma existência miserável, impedindo-o de ter uma vida digna, voltada para busca do bem maior merecido por qualquer ser humano.
Tolhiam de outros seres humanos, aquilo que eles próprios (proprietários de escravos) buscavam para si e que consideravam um direito inalienável de suas próprias pessoas.

Resumindo, a ética busca avaliar se a moral é a mais correta, a mais justa, aquela que promove o bem estar de todos, ou ao menos é aquela que mais se aproxima desse propósito. O propósito da ética é nortear os valores morais e por conseguinte a lei, para a justiça no seu sentido mais amplo e nobre, que é proporcionar uma vida digna, justa e mais feliz possível à todos.

Ética é fazer o que é correto mesmo que vá contra a moral e a lei.

******

Outros duas amostras da diferença entre ética e moral, usando Maomé e Rosa Parks como exemplos:

http://www.revista.vestibular.uerj.br/coluna/coluna.php?seq_coluna=68


segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Livre Arbítrio versus Onisciência

"Livre arbítrio e onisciência são mutuamente exclusivos; se há um, não pode haver o outro."

_____________________________________________________________

Se Deus tem onisciência, já sabe tudo o que vamos fazer... se Ele já sabe o que vamos fazer, isso já está determinado... se está determinado não temos escolha, ou seja não temos livre arbítrio.
Ou se podemos escolher não tem como Ele ja saber, pq se já soubesse estaria já pré-determinado, aí não teríamos livre arbítrio...

sábado, 13 de janeiro de 2018

Não Mataras?

Um dos mandamentos mais caros aos judaico-cristãos é:

"Não Matarás."
Êxodo 20:13 - Velho Testamento".

O usam como exemplo da grande moral de Deus, de sua justiça e amor.
Mas nem o próprio Deus e seu escolhido Moisés obedecem esse mandamento.

Depois do Todo poderoso  ordenar: "Não Mataras.".
Ele manda matar inclusive crianças de peito (bebezinhos)
[se você aceita isso de boa, eu não. Eu não sou um psicopata, sádico, doentio]:

"1 Samuel 15
"1 Disse Samuel a Saul: Enviou-me o Senhor a ungir-te rei sobre o seu povo, sobre Israel; ouve, pois, agora as palavras do Senhor.

2 Assim diz o Senhor dos exércitos: Castigarei a Amaleque por aquilo que fez a Israel quando se lhe opôs no caminho, ao subir ele do Egito.

3 Vai, pois, agora e fere a Amaleque, e o destrói totalmente com tudo o que tiver; não o poupes, porém matarás homens e mulheres, meninos e crianças de peito, bois e ovelhas, camelos e jumentos.

1 Samuel 15:1-3"

E Moisés, o próprio escolhido de Deus, não respeita os Seus Mandamentos.
Mesmo após receber os 10 Mandamentos, que inclui aquele que é considerado dos mais importantes: "Não Matarás.". Moisés ordena que se mate indiscriminadamente (inclusive crianças), mas suspeitamente pede para poupar as meninas virgens. Aliás como eles saberiam quais eram virgens?! Iriam perguntar à elas antes de assassiná-las?!
Por que, e pra que, Moisés (o grande escolhido de Deus) pediu pra poupar as meninas virgens?! Hummm, muito suspeito pra mim...

"17 Agora, pois, matai todo o homem entre as crianças, e matai toda a mulher que conheceu algum homem, deitando-se com ele.

18 Porém, todas as meninas que não conheceram algum homem, deitando-se com ele, deixai-as viver para vós."
Números 31:17,18


Ah! Êxodo vem antes de Números e 1 Samuel na Biblia, ok. Inclusive cronologicamente.
E tem inúmeros outros exemplos da incoerência, contradições, idiotices, asneiras, crueldades escritas nesse livro de mitologias e crendices.

De um Deus que manda matar crianças de peito, eu quero distância. Não tem argumentos, contexto, cultura, tradições, época, politica que me convencem que é justificável matar crianças, recém-nascidos.
E isso depois do Todo poderoso ordenar: "Não Mataras.".
Nem Deus segue suas próprias ordens.
(Esse Deus tá mais pra um super vilão)

E vejam bem, não estou afirmando que não se deve matar nunca. Temos o direito à defesa própria e de terceiros. Há pessoas do mal, assassinos, estupradores, espancadores, ladrões, corruptos, etc., que precisam ser extirpados da sociedade. Se um indivíduo do mal parte pra cima de  mim ou dos meus entes queridos (ou terceiros inocentes) tem mais é que ser detido, se for possível, inclusive com a morte se não tiver outra alternativa.
Mas isto se aplica à indivíduos já com plena consciência do certo e errado, de bem e mal. Não à crianças, e repito: de peito (ou sejam crianças ainda em amamentação) e ordenadas pelo próprio Deus!!! E após Ele mesmo ordenar "Não Matarás."

E repito, APÓS ELE ordenar NÃO MATARÁS, Ele (ou sob sua ordem) ou seus escolhidos assassinam inclusive crianças até no próprio ventre de suas mães!!

16 Manaém, que subira de Tersa, devastou Tapsa e seu território, e matou todos os seus habitantes, porque não lhe tinham franqueado as portas; arrasou a cidade e rasgou pelo meio o ventre de todas as mulheres grávidas.
2 Reis 15:16

"16 Samaria será punida {porque ela se revoltou contra o seu Deus}. Seus habitantes cairão sob os golpes da espada, seus filhinhos serão esmagados, e rasgados os ventres de suas mulheres grávidas.
Oséias 13:16"

Que Deus de sabedoria, amor e justiça é esse?!

Agora podem começar os malabarismos interpretativos e desonestos intelectuais, pra tentarem SE convencer que seu Deuzinho é justo e amoroso. Porque a mim vcs não convencem... :) .

Segue link para um artigo que lista mais algumas atrocidades do Deus de "Amor e Justiça" da biblia "sagrada":

Atrocidades Bíblicas
https://teorizando.wordpress.com/atrocidades-biblicas/

E atenção:
não estou contestando a existência ou não de Deus, eu sou agnóstico. O que contesto é a origem divina da Bíblia (e demais livros sagrados). Contesto que ela (e demais livros sagrados) tenha sido inspirada por um Deus de amor, justiça, um Deus onipotente, onisciente, onipresente, que ela seja a palavra de Deus.
Deus existe? Não faço a mínima ideia.
A Bíblia é a palavra de Deus? Nunca vi, li, inclusive na própria Bíblia, nada que me convencesse disso.

Pra refletir:
"Livre arbítrio e onisciência são mutuamente exclusivos; se há um, não pode haver o outro."



Charles Darwin

Como observado pelo professor Eduardo no vídeo "Evolução, Charles Darwin e Seleção Natural - Aula Grátis de Biologia - Teoria da Evolução e Darwinismo." linkado abaixo:

"O nome evolução não é muito bom porque ele dá a ideia de melhoria. O próprio Darwin não usava o nome evolução. Quando ele publicou essa teoria ele chamou de: "Descendência com modificações". Porque essa modificação pode ser positiva ou negativa. E a palavra evolução, ela normalmente é associada com melhoria, sempre melhoria. E não é bem assim, a gente viu que esse processo pode levar à extinção de alguns seres vivos. Então o nome mais adequado seria "Descendência com modificações". "

Darwin foi à campo, ficou 5 anos em viagens coletando, estudando espécimes, pesquisando, cruzando dados, observando espécimes ao redor do mundo... Depois mais de 20 anos de pesquisas (embarcou no Beagle em 1831 e publicou seu livro em 1859), criando e cruzando animais, plantas, consultando outros cientistas, trocando correspondências, coletando e recebendo espécimes de várias partes do mundo, fazendo comparações, cruzando resultados... toda uma vida pondo a mão na massa pra chegar às conclusões que levaram ao seu livro:

"O nome completo da primeira edição (1859) é On the Origin of Species by Means of Natural Selection, or the Preservation of Favoured Races in the Struggle for Life ("Da Origem das Espécies por Meio da Selecção Natural ou a Preservação de Raças Favorecidas na Luta pela Vida"). Somente na sexta edição (1872), o título foi abreviado para The Origin of Species (A Origem das Espécies), como é popularmente conhecido."
Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/A_Origem_das_Esp%C3%A9cies

Aliás o Museu de Historia Natural de Londres, e outros museus e a residência de Darwin ainda preservam muitas das suas amostras e material de estudos.
Links sobre:

Ovo da coleção de Charles Darwin é redescoberto
http://www.bbc.com/portuguese/ciencia/2009/04/090410_ovodarwin_ac


Exposição na casa onde viveu Darwin traça a vida do cientista
http://www.bbc.com/portuguese/ciencia/2009/02/090211_darwincasa_cq

Charles Darwin entretém crianças no museu de Londres
https://oglobo.globo.com/cultura/charles-darwin-entretem-criancas-no-museu-de-londres-3604973

Aí o "cientista" de facebook, que provavelmente, nunca criou nem galinha, acha que a "teoria" dele é mais valida do que a de Darwin e de vários outros cientistas que estenderam e aperfeiçoaram seu trabalho com as novas técnicas, tecnologias e conhecimentos que foram surgindo...

E Darwin publicou vários outros livros sobre a evolução/adaptação das espécies após esse primeiro livro sobre o tema.
E sim, algumas correções precisaram ser feitas em suas teses, ao longo dos anos, à medida que novas tecnologias, técnicas proporcionavam novos conhecimentos. Mas ele criou a base.
Mas essa é uma das belezas e qualidade da ciência: ela não é estanque, dogmática, intolerante, refratária à correções... Pelo contrário, está em constante auto-correção, buscando se aproximar cada vez mais da verdade. E se provado errada, descarta sem problemas, totalmente, suas afirmativas e acata e abraça as novas evidências, teorias...

Aliás, se você provar que uma teoria científica esta errada você é premiado, meu amigo... Então se você tem provas, evidências que derrubem a teoria da evolução ou qualquer outra teoria científica, não perca tempo, apresente suas provas, evidências, pesquisas e aguarde seu premio Nobel... ou uma boa bolsa/emprego de vários institutos, universidades, empresas que com certeza vão te querer em seus quadros...

Como observado pelo professor Eduardo no vídeo "Evolução, Charles Darwin e Seleção Natural Aula Grátis de Biologia - Teoria da Evolução e Darwinismo." linkado abaixo:

"O nome evolução não é muito bom porque ele dá a ideia de melhoria. O próprio Darwin não usava o nome evolução. Quando ele publicou essa teoria ele chamou de: "Descendência com modificações". Porque essas modificação pode ser positiva ou negativa. E a palavra evolução, ela normalmente é associada com melhoria, sempre melhoria. E não é bem assim, a gente viu que esse processo pode levar à extinção de alguns seres vivos. Então o nome mais adequado seria "Descendência com modificações". "

Abaixo alguns vídeos explicando a Teoria da Evolução de Darwin.
Teoria essa que nunca afirmou que sobrevive o mais forte, e sim o mais adaptado. A evolução favorece a espécie (e não necessariamente indivíduos) que melhor se adapta ao meio, e não o mais forte, mais inteligente, etc..., e consequentemente consegue reproduzir, gerar descendentes. .. Um verme pode estar mais adaptado ao meio que um leão, por exemplo.

Lamarckismo e Evolução Biológica

https://www.youtube.com/watch?v=FHfx6wlxDw4


Evolução, Charles Darwin e Seleção Natural

https://youtu.be/kTjewD4LRiU


 

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Salas de cinema

Eu já não sinto prazer nenhum em assistir filmes em salas de cinema, não vejo nada dessa magia, que dizem elas possuírem, e muito menos essa melhor qualidade de imagem e som que propagandeiam (a menos que esse povo frequente uma sala mágica, que entregue tudo isso. Por favor me deem o endereço). Só frequento salas atualmente, quando há algum fator relevante, fora do usual, sendo apresentado, como o 48 fps [ o 3D de Avatar na época, o retorno de Star Wars ao cinema, etc.
Vários fatores só me afastam cada vez mais das salas de cinema.

Hoje em dia um bom Home Theater (TV Full HD, 4K, 3D, Blu-Ray, arquivos em HD, aparelhagem de som), proporciona uma experiencia muito mais satisfatória e com qualidade de som e imagem, muito (não é pouco, não) melhor que nossas salas de cinema (ao menos as que eu vou, que são salas consideradas de qualidade e geralmente de uma rede reputada, a Cinemark, por exemplo).

Desculpe aqueles que preferem as salas de cinema, respeito sua opinião, predileção; mas não concordo com ela. Sinto muito mais prazer, magia, em ver na minha sala de casa, sozinho ou com companhias escolhidas por mim, controlando a reprodução, a luz ambiente ao meu gosto, o volume do som, retornando, pausando alguma cena.
E o espaço entre as cadeiras da frente? Parece que foi projetada para crianças (ou anões), não possibilitando esticar as pernas, causando grande desconforto, e até riscos. Tenho pernas compridas, acabo tendo que me levantar algumas vezes pra não ter uma trombose...  Na verdade o espaçamento entres as cadeiras é feito pra possibilitar ganhar mais dinheiro, com mais lugares. Enfim.

Esses são os principais motivos que me levam a gostar cada vez menos de salas de cinema e preferir assistir no conforto da minha casa.
Além da qualidade de som e imagem, que são sim essenciais para a "magia" do cinema. Mas, isso tudo é subjetivo, e em geral somos condicionados pelas partes interessadas a pensar que a magia está nessas ultrapassadas (opinião pessoal) salas. Não troco minha sala pessoal de cinema por nenhuma sala pública, em geral cheia de baderneiros, comedores de porcaria, celular acendendo, tocando,e... um enorme e desagradável etc...
Salas de cinema públicas... por mim, se acabassem ontem, já teria sido tarde.

Ah! E para aqueles que dizem que quem prefere ver um filme em casa na TV, não ama verdadeiramente o cinema; primeiramente digo que não amo mesmo. Não dessa forma que beira a patologia em algumas pessoas (serve, também, para os esportes, política, religião, música, games, livros, etc.), de por acima de tudo, de ser sagrado, intocável, imutável, amado acima de tudo, a arte maior, etc. Para mim é apenas uma forma de me divertir, me informar, refletir, me emocionar, passar o tempo... Não tem nada de divino, imaculado, incriticável, inquestionável... E nem considero as salas de cinema como templos sagrados insubstituíveis, e que somente nas mesmas os filmes/cinema, arte suprema, pode ser apreciado em toda sua glória... Definitivamente não sou esse tipo de "fiel" (eu cresci) :)...

Há tempos atrás, as salas até proporcionavam melhor qualidade no desfrute de um filme, mas hoje em dia, com os novos equipamentos/tecnologias domésticos, isto está longe de ser uma verdade absoluta. Já vi filmes maravilhosos se tornarem uma experiência quase insuportável em salas de cinema, e se tornarem uma fonte de prazer, deslumbramento, alegria, ao serem revistos em um bom Home Theater. E vejam bem, não estou sendo esnobe e me gabando do meu High Tech, super, hiper, luxuoso, sofisticadíssimo equipamento de Home Theater, pois não tenho tal equipamento e nem dinheiro para adquirir um.
Meu equipamento consiste de aparelhos populares, não tão inacessíveis assim atualmente.
Enfim, se você prefere ver em salas de cinema, ok, longe de mim querer mudar sua opinião. Eu apenas prefiro ver em minha sala privada. :).
O importante é a paz, amor e respeito entre as pessoas. :)

Star Wars - O Último Jedi

Star Wars - O Último Jedi (The Last Jedi)

Primeiramente alertar que haverá SPOILER (detesto escrever tendo que me restringir).

Segundo, que precisaria rever o filme para ter uma percepção melhor do mesmo. Infelizmente assisti em uma sala, em uma cadeira em que toda hora passava alguém na frente, atrapalhando, e principalmente em um lugar em que não dava pra esticar as pernas causando um serio desconforto, me forçando a me levantar ocasionalmente, o que não me permitiu ficar totalmente focado no filme. Aliás esse é um dos principais motivos que me levam a gostar cada vez menos de salas de cinema e preferir assistir no conforto da minha casa. O espaço entre as cadeiras é feito pra anão. Na verdade é feito pra possibilitar ganhar mais dinheiro, com mais lugares.
Enfim. Mas já falei disso nessa postagem:
http://womni.blogspot.com.br/2017/12/salas-de-cinema.html

Terceiro, não sou crítico de cinema, não sou especialista em cinema, não sou profissional de cinema, não sou o fodástico em nada a respeito de cinema. Sou apenas um fã de cinema/filmes (gosto de me considerar um cinéfilo), que gosta muito de se expressar (não somente sobre cinema) sobre filmes, dar opiniões totalmente pessoais (e muitas vezes idiotas) sobre os mesmos, e fazer observações sobre detalhes dos mesmos. Enfim, sou apenas um "conversador" sobre filmes.

Vamos ao Ultimo Jedi

Como todo Star Wars que já vi (e vi todos), gostei desse mas com ressalvas. Tecnicamente, visualmente, continua um espetáculo. Mas mantem as mesmas bobagens infantiloides de todos os outros. A necessidade de fazer piadinhas, muitas sem graças, quebrando o clima. Pra mim a piadinha forçada mais sem graça de toda a saga foi a Rey reclamar de Kylo Ren estar seminu. Qual a relevância disso diante de tema tão serio quanto o que eles discutiam!? E daí se ele tivesse pelado!? Moralzinha besta de gente pequena que associa o corpo há algo pernicioso. Ficou totalmente deslocada essa piadinha.

E o clichezão (que odeio): das pessoas não se comunicarem, não dizerem o que tão fazendo e porque. Por que não falaram pra toda tripulação sobre o plano de fugir nas naves menores?? Evitando assim todo um motim desnecessário e perigoso??
Outra: por que Luke não avisou aos rebeldes que iria distrair Kylo Ren e cia para lhes dar tempo de fugirem? E se eles não chegassem a essa conclusão?
Enfim, tá faltando um whatsapp nessa galaxia muito distante... :)

Também acho as coisas muito rápidas, algumas sem logica, principalmente nessa nova leva de filmes.
a cronologia, então, dos acontecimentos, é ridícula... passaram uns 15 anos desde o episódio 3, e no 4 já falam dos Jedi, como uma velha mitologia esquecida, como se tivessem passado milênios desde que os Jedis governavam...
E no 7, toda uma primeira ordem toma o poder, sem ninguém perceber, em menos de 30 anos...
Mas é a bobagem de querer criar um vínculo próximo demais entre os protagonistas... tipo serem pai, filho, sobrinho, pra provocar um drama mais pungente, chocante.
Acho que tinha que passar séculos do 3 pro 4, e no mínimo décadas entre o 6 e 7.
Podia ter parentesco, mas seria entre tataranetos...
Pra dar tempo de tornar verossímil os acontecimentos tão fortes que ocorrem.
No episódio 4 falam como se Jedis tivessem atuado há milênios, e passaram no máximo uns 20 anos... Luke devia ter menos de 20 anos no episódio 4...

E a nova leva de filmes continua sugando da trilogia original:
Em Império Contra-Ataca Luke se retira para um planeta isolado para receber treinamento de um velho mestre Jedi, Yoda. Em Último Jedi, Rey segue o mesmo caminho indo buscar orientações de Luke.
Em Império Contra-Ataca os rebeldes estão sob forte ataque do império. Em Ultimo Jedi também.
Em Retorno de Jedi, tem o lance do Luke se entregar e confrontar Vader e Palpatine, com Vader matando o imperador. Em Último Jedi é a Rey que se entrega e fica de frente com Kylo e Snoke, com Kylo matando Snoke.

E a morte do Snoke???
Achei fraca demais.
O lorde supremo não percebeu que ia levar uma espadada no bucho??
E outra, pra mim, quem tinha que matar ele era o Luke, numa batalha ferrenha, em que Luke quase morreria...

Mataram o Luke, porra!!?
A impressão que deu é que eles tao querendo se livrar dos antigos atores.

Agora uma divagação que me passou, em relação à força; é que ela se manifesta, preferencialmente, naqueles que tiveram uma infância/adolescência sofrida: 
Luke criado em um planeta pobre, sem os pais, com privações;
Anakin criado sem pai, escravizado desde a infância conjuntamente com a mãe;
Rey abandonada pelos pais, sobrevivendo por sua própria conta;
O garotinho escravizado do final de Ultimo Jedi...

Mas não gostei de nada!? Calma, gostei, sim, de muita coisa.

Ultimo Jedi trouxe algumas reviravoltas interessantes...
Está se desenhando uma desvinculação da família Skywalker... buscando trilhar um novo caminho...
Acho que já tava na hora de se desvincular dos Skywalker, eles já deram sua contribuição... e eles não têm o monopólio da força...
Deixem outros também utiliza-la para o bem... ou mal...
As cenas de batalhas (espaciais ou não) continuam espetacular, de cair o queixo. A saga Star Wars sempre apresenta o estado da arte na área técnica e sempre teve como sua qualidade máxima os maravilhosos efeitos visuais e sonoros, capazes de nos levar e fazer acreditar em novos mundos, nos maravilhando com todo o fascinante universo criado por George Lucas.

Star Wars é o nosso (pelo menos meu) "Guilty Pleasure" (Prazer Culpado. Aquele prazer culpado. É quando você gosta de uma coisa, mas no fundo, no fundo sabe que não é lá algo de extraordinário).
A saga que amamos odiar (mais amar que odiar :) ) .

Mas é divertida pra caralho, e um espetáculo (visual, sonoro) digno de se ver em tela grande em ultra high qualidade.

E o lance do Luke limpar a poeira dos ombros... o cinema veio abaixo😆.

Links para minhas analises de:

O despertar da força
http://womni.blogspot.com.br/2015/12/star-wars-7-o-despertar-da-forca-analise.html

Rogue One
http://womni.blogspot.com.br/2016/12/rogue-one-uma-historia-star-wars.html















 



quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

The Orville

The Orville, uma parodia de Star Trek, que se mostrou muito mais fiel ao espirito de Star Trek de Gene Roddenberry, do que a recente Star Trek Discovery.

Star Trek Discovery não é de todo ruim, mas se mostrou muito mais uma série de guerra (preocupada em exibir lutas, combates, violência), do que uma ficção cientifica filosófica, existencial, como era a serie clássica da década de 1960. Que conjuntamente com elementos de ciência, também apresentava discussões sobre racismo, militarismo, religião, moral, ética, corrida armamentista, os risco que o avanço da ciência e tecnologia podem trazer senão aplicadas levando em conta o viés humano, o conflito entre razão e emoção, as fraquezas humanas, etc. Uma serie que nos maravilhava com os avanço científicos prováveis e sonhados para a humanidade no futuro, mas também nos levava a refletir sobre o mundo atual, sobre o que fazer para não nos auto-destruirmos antes de alcançar esse futuro.

Já The Orville sob a capa de comedia se revela muito mais fiel às premissas originais de Star Trek.
Não que seja perfeita. Tem algumas bobagens, por conta da necessidade de fazer piada, e com isso apresenta alguma situações bem abobalhadas e desnecessárias, de mal gosto até. Mas no geral apresenta questões que podem até fazer rir, mas também a pensar.
Não desista apenas pelo primeiro episodio (e nem pelo trailer), que é meio fraco/bobo, a serie melhora a partir do segundo episódio.

Enfim, se você curte ficção cientifica e Star Trek em especial, dê uma chance a The Orville.
#TheOrville #Orville







Trailer de The Orvillle:




===============================

Abaixo comentários sobre as duas series travadas no facebook:

SPOILER, SPOILER, SPOILER, SPOILER,

WW - Pra mim, o que matou Star Trek Discovery, foi aquele "Tardígrado" navegador. Ah, então uma tecnologia de deslocamento instantâneo (??!!! Einstein revirou na tumba) depende de um monstrengo que conversa com esporos pra funcionar...!!??
É uma ficção Cientifica ou conto de fadas!!???
Ok, um pouco de fantasia é aceitável... mas pra mim esse tardígrado teletransportador matou essa serie...
Sem contar o ambiente de agressividade entre os tripulantes. Parecem que são mais inimigos competidores do que parceiros em uma jornada em que todos dependem um dos outros.

EK- Pior foi terem feito uma combinação genética entre humano e tardígrado pro cara conseguir navegar com os esporos.Eu parei no sexto episódio, acho.

WT - Vi até o ultimo episódio deste ano. A temporada retoma em janeiro, mas desisti de continuar a acompanhar.
Agora acompanho The Orville.

EK - Eu to vendo a série original. Aquela tosqueira é mais divertida, ehehe

WT - A Nova Geração também é bacana. Já vi essas, Deep Space 9 e agora comecei a sexta temporada de Voyager.

WT - Fora a TNG, as outras nunca me convenceram. A ST Enterprise até que foi mais longe.

WT - Percebi uma coisa nas séries: elas vão bem nas 3 primeiras temporadas, a 4a tem bons momentos, e depois começam a ficar repetitivas.

WW - Kirk, Spock, McCoy e cia, ainda insuperáveis.
E pra mim, mesmo com a produção precária, a serie clássica ainda é imbatível...

WW - Eu já não gostei muito de Discovery quando a Michael (uma humana) aplica o toque vulcano de desfalecimento...
Vou experimentar The Orville (Embora não seja muito fã da mistura ficção cientifica e comedia)...

WW -  WT Dou minha mão a palmatória. The Orville é muito boa. Bate de muito em Discovery e resgata muito mais o clima e genialidade da velha e ótima Star Trek classica.
Até escrevi uma analise um pouco mais longa na minha página do facebook:

https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1661403670587580&id=407209319340361

EK -  Pois!
Pelo trailer deu pra ver que The Orville é muito mais Star Trek do que Discovery, apesar das piadas.

WW -  Vale a pena ver... o trailer e primeiro episodio (seu início principalmente) leva a crer que será só um besteirol.
Embora haja piadas, algumas até bem bobas (e outras ate muito boas), desnecessárias... a serie engrena a partir do 2° episodio, e apresenta algumas temáticas/argumentos muito bons, com bom roteiro... parece que vc ta assistindo a serie clássica com os recursos atuais de filmagem/produção...
Recomendo fortemente pra quem é fã de Star Trek ...

WW - Ah! uma curiosidade. Em Deep Space 9, na temporada 5 , episodio 6, eles voltam no tempo e vao parar na Enterprise de Kirk , Spock, McCoy e contracenam com os mesmos (em uma boa execução de montagem, efeitos) no episódio dos "Pingos". Bem legalzinho o episodio... :)

WW - Info sobre o episodio na Wikipédia:



https://en.m.wikipedia.org/wiki/Trials_and_Tribble-ations
"Trials and Tribble-ations" is the 104th episode of the American science fiction television series…

Mais informação (em português) sobre o crossover de DS9 e TOS (The Original Series):

Os Pingos em Jornada nas Estrelas


EK - WWVou procurar esse na netflix

WW - Particularmente, não gosto muito do episódio dos Pingos, mas vale pela curiosidade do encontro das duas tripulações de series distintas do universo Star Trek.

WW -  Ah! Sei que Nao interessa a ninguém 😀, mas particularmente, só sou "apaixonado" mesmo é pela série clássica. Todas as outras, inclusive a TNG, eu acho medias, interessante até, mas inferiores a classica, nao me despertaram o mesmo amor e fascinio que a classica.
E Discovery ta mais pra serie de guerra do que de ficção científica.